quinta-feira, 30 de outubro de 2008

1° MOSTRA MARÍLIA DE CINEMA


KINOARTE promove a 1ª MOSTRA MARÍLIA DE CINEMAO objetivo é revitalizar a produção de cinema na cidade, que conta com um Clube de Cinema criado nos anos 50 e o histórico de três festivais nacionais nos anos 60
A KINOARTE promove entre 30 de outubro e 2 de novembro de 2008 (de quinta a domingo) a 1ª MOSTRA MARÍLIA DE CINEMA. Todas as sessões serão realizadas no Clube de Cinema de Marília com entrada franca. A criação deste festival integra uma das recentes diretrizes da KINOARTE: contribuir para a difusão do cinema não somente no Paraná, mas também no estado de São Paulo.A 1ª MOSTRA MARÍLIA DE CINEMA irá exibir aproximadamente 50 filmes entre curtas e longas-metragens. Um dos destaques da programação é a primeira exibição na cidade do curta "Pé de Veludo", vídeo de 1996, dirigido pelo mariliense Eduardo Reginato. Produzido há 12 anos, o documentário registra a trajetória de Guaraci Marques Pinto, bandido popular que ficou mais conhecido como Pé de Veludo. Nos anos 60, ele e seus irmãos formaram uma quadrilha em Marília e região. Sua morte após um cerco policial rendeu manchetes nos principais jornais do País na época. Com trechos do processo criminal, e cenas do túmulo de Pé de Veludo, o filme foi finalista do Mapa Cultural Paulista de 1996: desde aquela época nunca foi exibido em Marília. A versão que será apresentada foi remasterizada: conta com áudio regravado por Eduardo Reginato.A sessão do curta "Pé de Veludo" integra a sessão MARILIENSES, que contará apenas com filmes dirigidos por cineastas nascidos em Marília. Integram também a sessão os curtas "Satori Uso" e "Booker Pittman", ambos de Rodrigo Grota, um dos coordenadores da 1ª MOSTRA MARÍLIA DE CINEMA. Esses dois curtas acumulam 18 premiações em festivais nacionais e internacionais, somando 8 prêmios apenas no Festival de Cinema de Gramado. Serão exibidos também na sessão MARILIENSES os curtas "Além das Palavras" e "Meu Carro, o Meu Carro!", de Guilherme Nasraui, e "Bailarina", de Eduardo Ribeiro. A MOSTRA ainda é integrada por mais quatro sessões: CURTAS SP (apenas para filmes paulistas), CURTAS PR (apenas para filmes paranaenses), CURTAS BR (aberta a filmes de todo o País), OLHAR RADICAL e KINO FILMES (filmes produzidos pela KINOARTE). Entre os longas, destacam-se "A Lira do Delírio", de Walter Lima Jr., clássico dos anos 70, considerado o melhor filme do diretor; o mítico "Limite", de Mário Peixoto; o underground "Bang Bang", de Andrea Tonacci; além de "Amigos de Risco", longa pernambucano de baixo orçamento dirigido por Daniel Bandeira.Entre os curtas, diversos filmes premiados em festivais nacionais e internacionais. Na noite de abertura, no dia 30 de outubro, serão exibidos "Saliva", de Esmir Filho (premiado em Gramado 2007 e exibido na Semana da Crítica do Festival International du Film de Cannes), "Trópico das Cabras", de Fernando Coimbra (premiado em Brasília 2007 e exibido em Clermont-Ferrand), e "Dossiê Rê-Bordosa", animação documental de César Cabral inspirada no universo do cartunista Angeli e que recebeu inúmeros prêmios esse ano. Além dos curtas, os marilienses poderão conferir o primeiro filme brasileiro rodado em um só plano: "Ainda Orangotangos", do gaúcho Gustavo Spolidoro.O objetivo de criar uma mostra de filmes em Marília é incentivar a produção na região: "Nasci em Marília e comecei a gostar de cinema quando freqüentava as famosas sessões apresentadas pelo Seu Dito. O Clube de Cinema de Marília foi criado em 1952 e já fez muito pela cidade. Nos anos 60 foram realizados três festivais nacionais em Marília: em 1960, 1967 e 1969. Criar uma mostra nesse momento é uma forma de homenagear o trabalho de pioneiros com o Seu Roberto Cimino e Seu Dito (Benedito André), e também mostrar que é possível produzir cinema fora do eixo Rio-São Paulo. A KINOARTE foi criada em Londrina e em cinco anos produziu 15 filmes exibidos e premiados em festivais nacionais e internacionais. Queremos contribuir para que uma realidade parecida posso acontecer em Marília", afirma Rodrigo Grota, um dos coordenadores do MOSTRA ao lado de Bruno Gehring. "Esse será o nosso primeiro passo na cidade. No ano que vem promoveremos uma Oficina de Realização em Cinema, um concurso de roteiros, além de começar a pré-produção do longa que faremos sobre o Pé de Veludo", adianta Bruno Gehring.A 1ª MOSTRA MARÍLIA DE CINEMA é uma realização da KINOARTE (Instituto de Cinema e Vídeo de Londrina) com coordenação de Rodrigo Grota e Bruno Gehring, projeto gráfico de Felipe Augusto, apoio institucional do CLUBE DE CINEMA DE MARÍLIA, apoio cultural da SECRETARIA DA CULTURA E TURISMO DE MARÍLIA, da revista TATURANA, do CTAv – CENTRO TÉCNICO AUDIOVISUAL, da PBW CINEMA DIGITAL, da REVISTA CAFÉ ESPACIAL e KINOPUS AUDIOVISUAL. Confira a programação completa em:http://mostramarilia.blogspot.com/

Um comentário:

Liquidificador da vida disse...

Gosto muito do trabalho de vcs