terça-feira, 2 de dezembro de 2008

PROGRAMAÇÃO DE DEZEMBRO





CLUBE DE CINEMA DE MARÍLIA


PROGRAMAÇÃO – DEZEMBRO – 2008



06/12/2008: Sábado UMA OUTRA MULHER (Ich bin die Andere) – Direção: Margarethe von Trotta. Elenco: Katja Riemann, August Diehl, Armin Mueller-Stahl, Barbara Auer . Alemanha – 2006 – Drama - 104 min.
Robert Fabry, que ganha a vida projetando pontes, jamais poderia imaginar que uma noitada de sexo com uma 'profissional do ramo' iria mudar sua vida. Mas é exatamente isso que acontece quando, no dia seguinte à noitada, é apresentado a uma advogada - ninguém menos que a prostituta com quem passou a noite. Cada vez mais apaixonado, acaba se envolvendo com ela e tomando consciência do difícil relacionamento que a garota mantém com seu pai.


07/12/2008: Domingo O BANHEIRO DO PAPA (El Baño del Papa) – Direção e Roteiro: César Charlone e Enrique Fernández Elenco: César Trancoso, Virginia Mendez, Virginia Ruiz, Mario Silva, Henry de Leon. Brasil/Uruguai/França - 2007 – Drama - 97 min.
1998, cidade de Melo, na fronteira entre o Brasil e o Uruguai. O local está agitado, devido à visita em breve do Papa. Milhares de pessoas virão à cidade, o que anima a população local, que vê o evento como uma oportunidade para vender comida, bebida, bandeirinhas de papel, souvenires, medalhas comemorativas e os mais diversos badulaques. Beto (César Trancoso), um contrabandista, decide criar o Banheiro do Papa, onde as pessoas poderão se aliviar durante o evento. Mas para torná-lo realidade ele terá que realizar longas e arriscadas viagens até a fronteira, além de enfrentar sua esposa Carmen (Virginia Mendez) e o descontentamento de Silvia (Virginia Ruiz), sua filha, que sonha em ser radialista. Premiações: Ganhou 5 Kikitos de Ouro no Festival de Gramado, nas categorias de Melhor Filme - Júri Popular, Melhor Ator (César Troncoso), Melhor Atriz (Virginia Mendez), Melhor Roteiro e o Prêmio da Crítica. Ganhou o Prêmio Bandeira Paulista de Melhor Filme, na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Ganhou o prêmio de Melhor Roteiro, no Festival de Cinema Latino-Americano de Huelva. Curiosidade: Estréia de César Charlone e Enrique Fernández na direção de longa-metragens.


13/12/2008: Sábado QUATRO MINUTOS (Vier Minuten) – Direção: Chris Kraus. Elenco: Monica Bleibtreu, Hannah Herzsprung, Sven Pippig, Richy Müller, Jasmin Tabatabai. Alemanha – 2006 – Drama - 100 min.
Jenny é uma mulher jovem cuja vida acabou. Presa por assassinato em uma penitenciária feminina, ela não demonstra qualquer remorso. Mas por trás de sua fachada impenetrável, esconde-se um surpreendente talento musical. Quando uma professora de piano de oitenta anos descobre os segredos da garota - sua brutalidade e seus sonhos - ela decide transformar Jenny no prodígio musical que ela já foi no passado. Premiações: Recebeu o Grande Prêmio do estado de Baden – Wiirttemberg de 2004 como melhor roteiro, antes mesmo de entrar em produção. Vencedor de 04 prêmios no Bavariam Film Awards de 2007. Melhor atriz (Monika Bleibtreu). Melhor jovem atriz (Hannah Herzsprung). Melhor roteiro (Chris Kraus). UGF Award: Meike Kordes, Alexander Kordes. Vencedor do Shanghai International Film Festival de 2006 – Melhor Filme. Vencedor do Hof International Film Festival de 2006: Melhor Direção de Arte – Silke Buhr. Indicado ao Cameraimage de 2006 – Melhor Fotografia Judith Kaufmann.


14/12/2008: Domingo INSTINTOS PRIMITIVOS (Dodging the Cloock) Direção: Ricardo Trogi Elenco: Patrice Robita, Phillipe Pearson, Catherine Proulx. Canadá - 2005 - Comédia - 100 min.
Três amigos na casa dos 30 anos encaram a paternidade de jeitos diferentes, todos preocupados se o fato de ter ou não um filho vai mudar drasticamente seu estilo de vida.


20/12/2008: Sábado ESTÔMAGO (Estômago) Direção: Marcos Jorge Elenco: João Miguel, Fabiula Nascimento, Babu Santana, Carlo Briani, Zeca Cenovicz, Paulo Miklos. Brasil/Itália – 2007 – Drama 112 min.
Raimundo Nonato (João Miguel) foi para a cidade grande na esperança de ter uma vida melhor. Contratado como faxineiro em um bar, logo ele descobre que possui um talento nato para a cozinha. Com suas coxinhas Raimundo transforma o bar num sucesso. Giovanni (Carlo Briani), o dono de um conhecido restaurante italiano da região, o contrata como assistente de cozinheiro. A cozinha italiana é uma grande descoberta para Raimundo, que passa também a ter uma casa, roupas melhores, relacionamentos sociais e um amor: a prostituta Iria (Fabiula Nascimento). Premiações: Ganhou os prêmios de Melhor Filme e Melhor Ator (João Miguel), no Festival de Punta del Este. Ganhou o prêmio de Melhor Filme no Festival do Uruguai. Ganhou os prêmios de Melhor Filme e Melhor Ator (João Miguel), na Semana Internacional de Cinema de Valladolid. Ganhou o troféu Redentor de Melhor Filme - Voto Popular, Melhor Diretor, Melhor Ator (João Miguel) e o Prêmio Especial do Júri (Babu Santana), no Festival do Rio 2007. Curiosidades: Estréia de Marcos Jorge como diretor de longa-metragens de ficção. O filme marca a utilização de um acordo de co-produção Brasil-Itália que existe desde 1974, mas que nunca havia sido utilizado. A produtora executiva Cláudia da Natividade levou um ano para elaborar e formalizar o contrato entre a brasileira Zencrane Filmes e a italiana Indiana Filmes. A história é inspirada no conto "Presos pelo Estômago", do livro "Pólvora, Gorgonzola e Alecrim", de Lusa Silvestre. As filmagens aconteceram durante 5 semanas, nas cidades de Curitiba e São Paulo. Toda a finalização do filme aconteceu na Itália, em Milão e Roma. Teve como locação o presídio do Ahú, em Curitiba. Como grande parte da história se passa dentro de uma prisão, Luís Mendes Jr. foi contratado como consultor de vida e comportamento no presídio. Ele entrou na prisão aos 19 anos, semi-analfabeto, e saiu 30 anos depois, como escritor e cronista afirmado. Exibido na mostra Première Brasil, no Festival do Rio 2007.


21/12/2008: Domingo FELIZ NATAL (Joyeux Noël) – Direção e Roteiro: Christian Carion Elenco: Diane Kruger, Benno Fürmann, Guillaume Canet, Dany Boon, Gary Lewis, Daniel Brühl. França/Alemanha/Inglaterra/Romênia 2005 Drama 116 min.
Natal de 1914, em plena 1ª Guerra Mundial. A neve e presentes da família e do exército ocupam as trincheiras francesas, escocesas e alemãs, envolvidas no conflito. Durante a noite os soldados saem de suas trincheiras e deixam seus rifles de lado, para apertar as mãos do inimigo e confraternizar o Natal. É o suficiente para mudar a vida de um padre anglicano, um tenente francês, um grande tenor alemão e sua companheira, uma soprano. Premiações: Recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro. Recebeu uma indicação ao BAFTA de Melhor Filme Estrangeiro. Recebeu 6 indicações ao César, nas categorias de Melhor Filme, Melhor Ator Coadjuvante (Dany Boon), Melhor Figurino, Melhor Trilha Sonora, Melhor Desenho de Produção e Melhor Roteiro Original. Ganhou o Prêmio FIPRESCI no Festival de Valladolid. Curiosidades: O diretor Christian Carion soube do cessar-fogo no Natal de 1914 por acaso, ao descobrir em 1993 um livro chamado "Battles of Flanders and Artois 1914-1918", de Yves Buffetaut. Foi nele que encontrou os eventos narrados no filme, contados na passagem intitulada "O Incrível Inverno de 1914". O orçamento de Feliz Natal foi de US$ 22 milhões.

Um comentário:

laisalpi disse...

Parabéns pelo Blog do Clube de Cinema!
Estava mesmo faltando na net a programação do mês!

abraços!